sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Praise Rock Fest II

Praise Rock Fest II
Dia 18/12/09

Local: Comunidade Gólgota. - Av. Visconde de Guarapuava 2425 - fundos.

Ingressos: R$ 5,00

Bandas:
Sutura
Armonica
Illúmina
Impactoide
De la Cruz
Altar Pray e
Willian Matheus com novo cd Ministério Praise Rock.

contato Andreia 99631132 e Willian 9637-3321

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Show Seven Angels e Livin Garden dia 28/11 !

WALK IN THEIR SHOES

video

Cerca de 100 milhões de cristãos são perseguidos só por andarem nos passos de Cristo. Apesar disso, a maioria das histórias é esquecida ou até ignorada.
O underground quer mudar essa realidade. WALK IN THEIR SHOES* é um movimento mundial para apresentar a realidade da Igreja Perseguida para milhares de jovens, e ajudá-los a se envolver com ela.

COMO SERIA ESTAR NO LUGAR DELES?
Uma vez encontramos Maaria, uma cristã paquistanesa. Ela tem um blog em inglês, no qual escreve sobre como é ser cristão em um país fechado ao evangelho (se quiser ler, clique aqui).
Contamos para Maaria sobre o WALK IN THEIR SHOES. Ela ficou maravilhada e fez a seguinte analogia: muitas vezes, os sapatos dos perseguidos estão sujos, rasgados. Às vezes, eles nem têm sapatos. Ou seja: eles estão sofrendo.
Colocar-se no lugar deles é sofrer junto, é sentir o que eles sentem, é se importar. Não é ignorar ou omitir a realidade por achar que seja muito dura ou triste. A Maaria nos pediu: “Por favor, contem para as igrejas em seus países o que realmente nós enfrentamos”.

PRONTO PARA DAR O PRIMEIRO PASSO?
Para concretizar nosso desejo de estar ao lado dos perseguidos, o primeiro passo será patrocinar um projeto da Portas Abertas Internacional junto a jovens universitários no Egito. O custo do projeto é de R$ 9.410,00 e a realização depende exclusivamente das ofertas arrecadadas entre os jovens brasileiros.
Mas não para por aí. Quando conseguirmos alcançar esse valor e ajudar os jovens no Egito, partiremos para o próximo projeto, que beneficiará irmãos de outros países. Existem muitos cristãos precisando de ajuda, e vamos fazer nossa parte.

Contribuindo para a campanha, você receberá um par de cadarços com as palavras WALK IN THEIR SHOES. Por quê? Justamente para que sempre que você olhe para os cadarços, se lembre dos cristãos perseguidos e se coloque no lugar deles, como se estivesse caminhando nos mesmos passos, passando pelos mesmos lugares e situações, lembrando-se de orar por eles e falar deles.
Faça sua doação aqui.
Para mais informações entre em contato com: underground@portasabertas.org.br


* Essa expressão significa "colocar-se no lugar de outra pessoa". O nome da campanha está em inglês por se tratar de uma campanha internacional.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Missão Portas Abertas - Valorizando Cristo acima da nossa própria vida‏



"Todavia, não me importo, nem considero a minha vida de valor algum para mim mesmo, se tão-somente puder terminar a corrida e completar o ministério que o Senhor Jesus me confiou, de testemunhar do evangelho da graça de Deus." Atos 20.24

Quando falamos sobre perseguição religiosa não há como não lembrar do apóstolo Paulo. Como fariseu, ele era um dos principais perseguidores dos cristãos. É maravilhoso ver a transformação de um homem que era assassino dos cristãos afirmar que a própria vida não tinha valor se não vivesse por aquele a quem antes perseguia. Olhando para a vida de Paulo e de nossos irmãos perseguidos nos dias de hoje, penso em como eles são exemplo de transformação, fidelidade e força. São irmãos que deixam um legado e um exemplo de como é valorizar Cristo e o evangelho acima da própria vida. Que você e eu possamos aprender mais com eles.

Deborah Stafussi
Editora

Veja as notícias em destaque na semana:

Morre pastor presidente da Liga Evangélica de Cuba
CUBA (33º) - Faleceu no dia 25 de outubro de 2009, aos 49 anos, o pastor Alejandro Nieto, um dos principais responsáveis pelo crescimento da Igreja no país. Muito tempo depois de iniciar seu ministério, o pastor deixa um grande legado espiritual para a nação, e será lembrado por muitas gerações...

Escreva em favor de duas cristãs iranianas
IRÃ (3º) - A Portas Abertas Internacional iniciou uma campanha de Ações Institucionais em favor das cristãs iranianas Maryam Rostampour e Marzieh Amirizadeh Esmaeilabad, presas no dia 5 de março, acusadas de "propagar a fé cristã" e "apostasia". Peça às autoridades em favor delas...

VAMOS ORAR
Mustapha Krim, um dos líderes da Igreja Protestante da Argélia, está com problemas sérios nos ombros e nas costas. Ore para que o tratamento médico funcione bem e para que ele continue sua grande obra juntamente com outros líderes.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

AGENDA

02/10 às 19hs
NOITE DO MASSACRE EM CURITIBA
Com as bandas:
NEVER DIE
www.myspace.com/neverdiecwb
HAWTHORN
www.myspace.com/hawthornband
BRUTAL SACRIFICE
www.myspace.com/brutalsacrifice
Local: Av. Anita Garibaldi nº 2164 – Ahú
Entrada: 1 Kg de alimento não perecível (exceto sal).

03/10 às 19h30
Banda MENORRA

www.myspace.com/bandamenorra
Local: Igreja Presbiteriana do Brasil do CIC. (Ao lado do Colégio Dirce)

10/10 às 15hs
Deliverance Bible Church - 1º Encontro em Curitiba
DBC Brasil - http://www.myspace.com/celiomachado
Local: Largo da Ordem (Em frente ao Ópera1)

12/10 (Feriado)
Fé Curitiba 2009
http://www.fecuritiba2009.com.br/
www.twitter.com/fecuritiba
Abertura dos portões às 08h30 e termino às 22hs.
Programação:
DAS 10h00 ÀS 15h00 - BANDAS LOCAIS
15h00 - BANDA JOVEM RIO
15h30 - JOTA NETO
16h00 - PATRICIA MULLER E BANDA GILEADE
17h00 - MARA MARAVILHA
18h00 - PG E SUA BANDA
19h30 - OFICINA G3
Local: Pedreira Paulo Leminski
Entrada: Antecipados – (meia)R$ 10,00 + 1kg. Alimento
Ingressos limitados nas Livrarias Evangélicas e Disk Ingressos - (41)3315-0808.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Acampamento Underground - SUL



"Não vai ter papá gostoso,
Não vai ter palestrante famoso,
Não vai ter cama, nem piscina,
nem quadra de futebol,
A coisa que estamos menos preocupados
é com o seu conforto!

Diferente daquilo que você espera de um retiro espiritual?
CERTAMENTE!


E AÍ, AINDA INTERESSADO???"


Este é o convite nada encorajador do Acampamento Underground do Ministério Portas Abertas.
Mas se você aceita viver desafios, e melhor ainda, desafios que pretendem ampliar sua visão de CRISTIANISMO e AMOR PELO PRÓXIMO, então fica aqui o convite para o próximo acampamento do ministério jovem do Portas Abertas.
É um experiência ÚNICA, que só quem já passou pode garantir! (E eu garanto!)

Aqui vão os objetivos do Acampa:
"Você sentirá como é a rotina de milhões de cristãos que vivem sob ameaça constante do governo, de extremistas, guerrilhas ou até mesmo dos parentes!

Você experimentará um pouco de como é servir a Deus sem recursos materiais, sem Bíblias, com poucos ao seu lado e quase o mundo inteiro contra você.

Esqueça seu papai, sua mamãe e sua casinha bonita. Se vire pra fazer sua comida, dividir o pouco material que tiver com outras pessoas, orar, resistir a perseguidores e conseguir sobreviver pra cultuar a Deus!

Você aprenderá sobre perseguição e vivenciará parte dela!
O nosso alimento é a Palavra. O nosso palestrante é você.
O nosso entretenimento é resistir. O nosso conforto é saber que é apenas uma simulação... ou será que não?"

Data: 31/10, 1 e 2 novembro de 2009.
Local: Esmeralda - RS
Inscrições/ Valor/ Detalhes -> Clique Aqui !
Site: http://www.underground.org.br

*Fonte e Fotos (exclusivas UG): Underground Portas Abertas - Conheça este ministério !!!!!

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Recadinho do Praise Rock

Reestreia com nova parceria - CLUBÃO/PRAISE ROCK
Dia 18/09 ás 20horas

Show com: HARMONICA

Banda convidada: PARK EVAN

Novo Canja Praise: BANCK SKY



Rua Trajano Reis, 41, Largo da Ordem, Perto do Relógio das Flores
Entrada R$3,00 Antecipado, na hora R$4,00
Informações no site www.praiserock.com.br

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Notícias de nossos irmãos da Igreja Perseguida


Vamos interceder pelos cristãos indianos‏


"Nós, porém, [...], sejamos sóbrios, vestindo a couraça da fé e do amor e o capacete da esperança da salvação." 1 Tessalonicenses 5.8

Nenhum soldado entra em uma batalha desarmado, sem nenhuma proteção. Nós, que somos parte do exército de Deus, também devemos nos preparar para enfrentar qualquer tipo de situação e adversidade. Mas, como está escrito em Efésios, nossa luta não é contra a carne, portanto, nossas armas também não são carnais. O que, então, devemos usar? Devemos nos proteger com a fé em Jesus, sendo nossa ferramenta de ataque o amor, e proteger nossa mente com a esperança. A esperança de vermos cumprida em nós a salvação eterna de nosso Senhor. Vamos orar para que nossos irmãos lá de longe ou aqui de perto sejam revestidos com essa armadura poderosa!

Em Gaza, as escolas públicas impuseram um novo código de vestimenta para as alunas, baseado na sharia (lei islâmica). As meninas e jovens que voltaram às aulas souberam que agora devem usar jilbab, túnicas tradicionais islâmicas de manga comprida, e cobrir o cabelo, ou não poderiam entrar nas salas de aula.
Na Etiópia, os cristãos da igreja Kale Hiwot têm sofrido com diversas injustiças cometidas pelas autoridades. Em março, a igreja recebeu uma ordem de demolição. Depois, encontrou muitas dificuldades para conseguir um novo local de culto. Agora, a prefeitura pede que o terreno seja devolvido para o proprietário original. Ore para que esses cristãos ganhem o processo, e possam cultuar ao Senhor em segurança.
Na Índia, extremistas hindus atacaram os cristãos que permaneciam em um campo de refugiados na vila de Bodimunda. Embora o ataque tenha sido interrompido pela polícia, os cristãos temem novos crimes e estão fugindo do local. Ore para que a situação seja estabilizada.
A campanha em favor dos cristãos de Orissa continua. Acesse a página especial e saiba como ajudar nossos irmãos. Participe também da campanha de oração que se iniciou domingo, 6 de setembro, e vai até sábado, dia 12. Vamos juntos interceder pelos cristãos indianos.

Deus te abençoe e te guarde,

Deborah Stafussi - Missão Portas Abertas


PS: Agora você pode interagir diretamente com a equipe da Missão Portas Abertas. Visite nosso blog, leia os textos e deixe seu comentário.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Attitude JC: Cultura - Rock cor-de-rosa

Quando o assunto é Rock'n roll cristão Curitiba tem um cenário e tanto. Para se diferenciar a galera da Joquebede decidiu, há mais de dois anos, ter apenas mulheres na banda. É o que conta em entrevista, Jéssica Medeiros, backing vocal do grupo.

Joquebede: um toque feminino no rock cristão


Além de Jéssica a banda é formada por:
Francielly Castro - Guitarras
Jaqueline Roeher - Vocal
Kellen Soares - Bateria
Pricila Rotstein - Baixo


Quando questinada sobre o nome da banda e seu significado ela conta que ele retrata a ideia do grupo. "Como a condição da banda seria uma formação somente feminina pensamos em escolher um nome que fosse a "cara" da banda. JOQUEBEDE é o nome da mãe de Móises (personagem bíblico) que significa Jeová de Glória e representa uma mulher inteligente e determinada que sabia bem seus objetivos...é o que desejamos ser com toda certeza!" Sobre o possível preconceito que poderiam ter sofrido ela afirma que não tiveram problemas. "Muita gente não acredita que mulheres conseguem superar "limites" musicalmente falando e com certeza há um preconceito. Mas diretamente nunca sofremos, pelo contrário, os meninos sempre nos incentivam e apoiam nos shows".

Como influência elas têm: POD, Flyleaf, Madina Lake, Underoath, Paramore, Fireflight, The Used, Slick Shoes, Emery, Casting Crowns, Ilia, Switchfoot.. etc.

Atualmente o grupo está produzindo um novo cd. Para curtir o som da Joquebede acesse o myspace: www.myspace.com/joquebederock

Jéssica ainda deixa um recado pra quem curte a banda:

Eaí galera!!
Primeiramente precisamos agradecer a todos que estão sempre presente conosco! Curtindo e fazendo bagunça ao som de JQBD... valeu por toda a força!
Quem quiser ouvir mais pode acessar o myspace,
em breve mais músicas!Participem da nossa comunidade no Orkut onde tem a nossa agenda de shows.

JoqueBeijos e JoqueAbraços!


Entrevista e Texto: Luana Gabriela da Silva
Fotos: Divulgação

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Vila Jardim União - Ame, ore e ajude!

A Vila Jardim União já foi indicada como um dos locais mais arriscados para se viver em Curitiba (veja na matéria da Gazeta do Povo/2008). E não é difícil entender o porquê. É uma área de invasão próxima a BR 277, no bairro Cajuru, marcada pela pobreza e violência, gerada pelo tráfico de drogas.

Em meio a esta realidade, que poucos conhecem ou tem coragem de enfrentar, também há uma pequena igreja onde pessoas humildes têm encontrado o amor de Deus e a esperança que necessitam. Na Congregação da Igreja Quadrangular Jardim União há vários testemunhos impactantes. São pessoas que sobrevivem à violência do local e seguem firmes no propósito de servir a Cristo.


O casal de pastores, Janita e Alécio, são os líderes desta igreja. Há culto de jovens aos sábados à noite, escola bíblica dominical aos domingos pela manhã, culto familiar nos domingos à noite, além dos cultos de oração durante a semana.

A igreja também realiza um trabalho de ação social junto a comunidade, que precisa urgente de assistência em todas as áreas. Mas muitas vezes, sobra vontade e faltam os recursos. Sem assistência de Órgãos ou Instituições, a ajuda lá é totalmente voluntária, já que os pastores também não são bem amparados financeiramente e sofrem dificuldades.
Por esta razão, além de sua oração em favor destes irmãos, nós pedimos a sua COLABORAÇÃO.
Há pessoas na Vila Jardim União precisando de COMIDA e AGASALHO.
Se você estiver interessado em fazer uma doação, com o que puder, entre em contato pelo telefone 41-9128-1824.

A congregação também espera pela sua visita e está aberta a ajuda. Seja através de trabalhos evangelísticos ou de ações sociais.
O que estas pessoas mais precisam, em primeiro lugar, é do seu AMOR.
Você consegue fazer isto?




texto: Paolla Grisolli
fotos: Claudia Salles

quinta-feira, 16 de julho de 2009

ARTE E ATITUDE


Tatuagem e piercing – Cuidados que fazem a diferença


Um assunto que está sempre nas rodas de discussão do povo cristão é: tatuagem e piercing, pode ou não pode? Esta é uma questão que vai longe, muito longe. O fato é que o número de jovens procurando os estúdios de body art aumenta todos os dias. Há adeptos do piercing e tatuados por toda a parte. Por este motivo, vamos deixar o “pode ou não pode” para outra ocasião, e você que quer saber mais sobre a body art, aqui vão algumas orientações importantes.

É muito fácil encontrar alguém com alguma destas artes hoje em dia, mas tem muita gente se arrependendo de não ter pensado um pouco mais antes de se enfiar na primeira portinha e arriscar a sorte. Muitos profissionais sérios desta área não se cansam de alertar para a quantidade de gente picareta espalhada por aí. Não se pode confiar em qualquer tatuador ou body piercer desconhecido e sem nenhuma referência. Por isto, o primeiro cuidado e mais importante antes de fazer sua tattoo ou piercing é: procure o local e a pessoa certa!

O analista de sistemas, Ricardo Gruppelli, é um tatuado e gosta de pesquisar sobre esta arte. Ele conta no que mais pensou na hora de escolher o estúdio e o profissional para fazer as suas tattoos. “Todas as vezes que fui procurar um tatuador, procurei alguém que tivesse uma boa qualidade profissional, precisava me sentir a vontade com o artista, coisa que não se explica muito, mas conversando um pouco percebe se tem afinidade. Depois me preocupei com a parte técnica, pedia pra ver os álbuns pra checar os tipos de desenhos e se o tatuador dominava a técnica que eu procurava.” Ele também conta que se preocupou em pegar indicações com amigos, mas que “a técnica foi o que mais contou”, “e hoje em dia todos os tatuadores são fiscalizados pela vigilância sanitária.” Pelo menos deveriam ser.


No caso da tatuagem, existe até uma exigência da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de regulamentação dos equipamentos e das tintas utilizadas nos estúdios. Mas qual é o perigo que estes materiais utilizados representam? Pode ocorrer alergia às tintas, devido ao uso de material não apropriado, em alguns casos a alergia se agrava e a pessoa precisa ser internada. Mas ao fazer uma tattoo há também o perigo de contrair a hepatite e até mesmo a AIDS. No caso do piercing, a pessoa também está exposta aos perigos como: infecções, inflamações, a hepatite, AIDS, além das reações alérgicas, como as chamadas *quelóides.

Mary é body piercer e também dá dicas muito importantes. Aqueles que pretendem colocar piercings ou alargadores, prestem atenção nestes detalhes. “Busque referências da clínica, veja se eles têm alvará da vigilância sanitária. Peça para ver o portifólio e se tudo o que é possível seja descartável ou esterilizado em autoclave. Feito isso procure a procedência da jóia, eles só podem te vender um piercing com garantia de que o material é aço cirúrgico 316 (o único próprio pra perfuração), ou ouro acima de 18k, ou titanium, niobium, teflon...” Após de se informar sobre a jóia, quanto ao profissional ela explica, “além de fazer a perfuração com segurança (bio segurança) ele tem que ter habilidade para ser bem sucedido. Depois disso tem que dar assistência pós-procedimento, além de te dar uma folha contendo os cuidados necessários para uma cicatrização perfeita.”


Então nunca se esqueça dos princípios básicos, procure um estúdio bem higienizado, que possua equipamentos esterilizados e faça sua tattoo ou piercing com profissionais que possuam boas indicações e experiência na área. Depois desta parte bem feita, agora é hora de decidir o que você irá fazer em seu corpo. A segunda dica é pensar bem, principalmente com relação aos desenhos das tatuagens, pois não há como voltar atrás.
Este é o caminho mais indicado, por quem já teve experiências e é da área, para aqueles que curtem a body art, e principalmente, prezam pelo seu corpo. “O mundo da body art não pára... estão sempre estudando novos materiais, técnicas diferentes para um procedimento mais seguro, uma cicatrização perfeita e um resultado bonito.” Afirma a piercer Mary, que deixa também a dica do site http://www.bmezine.com/, em inglês, para os interessados no assunto.

texto: Paolla Grisolli
créditos fotos: Ricardo - Sheron Anne Tattoo/ Mary - Arquivo pessoal.

*"Apenas gostaria de deixar uma "errata" quanto ao citado que quelóide é uma reação alérgica. Na verdade eles podem aparecer a partir de uma alergia localizada, mas de fato é que o quelóide é uma hipertrofia celular que ocorre nas lesões cicatriciais, ou seja, é "uma cicatriz que não sabe quando parar de crescer". Ele se caracteriza por uma cicatriz endurecida, que se eleva acima do nível normal da pele." - Sheron Anne

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Conheça melhor a Comunidade Gólgota!

Faz 8 anos que a Comunidade Gólgota existe com o propósito de alcançar o povo mais underground da nossa cidade para Jesus Cristo. Com esta missão, de levar o Evangelho para as Tribos Urbanas, principalmente os rockeiros, as músicas do louvor e as mensagens do pastor Pipe são, geralmente, bem diferentes do que vemos nas igrejas cristãs mais tradicionais.
Recentemente, em uma entrevista para o site Curitiba Gospel, o pastor da Comunidade deu uma explicação sobre a fusão entre o "mundo underground" e o Evangelho em sua igreja:

"A fusão acontece naturalmente uma vez que viemos desse meio. Nós somos roqueiros que se converteram a Cristo. Portanto, não estamos nos fazendo de loucos para ganhar os loucos. Nós somos loucos, rsrsrs... Os valores que permanecem são os mesmos universalmente aceitos pela fé cristã como absolutos de Deus. Diferenciamos apenas o que é cultura nociva à fé e a vida, daquilo que é cultura passiva e que não necessariamente agride a minha fé em Cristo. Nós acreditamos que a música Rock, roupa preta, piercings, tatuagens, cabelos compridos, etc, não agridem nossa fé. Não há nenhuma imposição cultural sobre os membros da comunidade. Ninguém é obrigado a nada neste aspecto. Agora, quando estamos falando de absolutos na ética cristã, o assunto é outro. E, portanto, funcionamos como qualquer outra igreja neste mundo funciona. Não negociamos valores cristãos!"

video

A Comunidade Gólgota realiza seus cultos todos os domingos às 18:00 horas e aos sábados realiza eventos e shows.
Confira a agenda através do site www.comunidade.golgota.org !
O endereço é Av. Visconde de guarapuava 2425 - fundos. Bem no centro de Curitiba!
Além do site, também é possivel acompanhar a programação através do Metal Cast, pod cast que contém desde o testemunho completo do pastor Pipe até as mensagens dos cultos.
Fica também a dica para conhecer a comunidade no Orkut da igreja, lá rolam movimentados fóruns de discussão entre os membros e amigos da Comunidade sobre todos os assuntos, muitas vezes sobre os eventos que estão rolando por lá.

* Nos dias 4 e 5 de julho, acontecerá o evento Metanóia. E nos dias 30, 31 de julho e 1, 2 de agosto será o Congresso Nacional Underground Cristão (C.N.U.C.) . Veja os detalhes no site e PARTICIPE!!!

texto: Paolla Grisolli

terça-feira, 23 de junho de 2009

Você conhece a Igreja Perseguida?

Não?!
Infelizmente, você não é o único. Apenas 0,03 % da igreja cristã no Brasil conhece a causa dos irmãos perseguidos.

Mas o que é a Igreja Perseguida?
São todos os nossos irmãos cristãos no mundo que sofrem algum tipo de perseguição por declarar a sua fé em Jesus Cristo. Em mais de 50 países, os cristãos sofrem por seguir o Evangelho.
Nestes países, isto significa colocar a própria vida, muitas vezes a da família também, em constantes riscos. Os irmãos da Igreja Perseguida são discriminados, expulsos dos seus empregos e casas, são violentados de muitas maneiras, presos, forçados a trabalho escravo e mortos.
Se você ainda não havia pensado nesta questão, conheça alguns testemunhos e veja a REALIDADE destas pessoas através do site www.portasabertas.org.br .
O Ministério Portas Abertas é uma missão que se dedica totalmente a esta causa. Além de divulgar, eles dão apoio de diversas maneiras à estes irmãos perseguidos no mundo.

video

COMO AJUDAR:
Você pode começar AGORA a ajudar a mudar a vida destas pessoas!
Convido você a conhecê-los e ORAR POR ELES!
Entre no site www.portasabertas.org.br e saiba muito mais!

*Em breve, conheça o Undergroud - Ministério Jovem do Portas Abertas.
Você também quer participar deste Ministério? Entre em contato através do e-mail paollag@hotmail.com e se informe sobre as reuniões de oração do Underground em Curitiba.


Texto: Paolla Grisolli
Fonte: Ministério Portas Abertas

sábado, 20 de junho de 2009

Curso de Missões Urbanas‏ - pastor Geraldo


Galera! Venho convidar vocês para participarem de um Curso de Missões Urbanas que começa a rolar no mês de agosto. As aulas serão dadas uma vez por mês, pelo pastor Geraldo da Caverna de Adulão. Ele virá a Curitiba um final de semana por mês e nos dará aulas na sexta à noite, sábado de manhã e à tarde ( no sábado à noite faremos evangelismo) - e teremos aulas no domingo de manhã também.

As aulas serão ministradas na Igreja Presbiteriana Central de Curitiba - na Comendador Araújo - próximo ao Shopping Omar. O custo é de 40,00 reais por mês e pode ser barateado conforme a quantidade de pessoas inscritas.

Aos interessados eu peço que me retornem o mais rápido possível para que possamos fechar a turma. Qualquer dúvida podem me ligar ou escrever... se possível também falem deste curso as pessoas das suas igrejas que porventura possam se interessar.

Podem participar pessoas de qualquer denominação, basta ser afim de servir a Deus.
Deus abençoe Vocês!!!


Luana Gabriela
luana_gabrielas@hotmail.com
(41)9923-7353

TRAÇOS DE ATITUDE

terça-feira, 10 de março de 2009

PRAISE ROCK – versão 2009


Está chegando a hora. O evento mais aguardado do underground cristão curitibano estréia sua versão 2009. O Praise Rock rola nesta sexta-feira, 13, a partir das 20 horas. Se apresentam as bandas Convicção, Influencia, Altar Pray, Lucas Balzer e Sutura. Um dos organizadores Willian Matheus, conta como nasceu a ideia de reunir os grupos gospel da cidade. “Surgiu a partir de uma vontade em comum de ter um local de expressão musical e qualidade profissional em Curitiba”, diz.
O principal objetivo é ter um espaço central, com boa estrutura para show, onde as bandas da capital paranaense possam ter espaço para demonstrar seu trabalho. “Além de reunir os jovens cristãos da cidade para louvar a Deus e servir como espaço para evangelismo através da música”, completa Willian.
Ele conta que não há processo definido para a escolha das bandas que vão tocar. “Não tem nenhuma seleção em especial, estamos buscando um pessoal que pensa igual a gente, que entende a necessidade de um evento assim em Curitiba, e que se dispõe realmente a vestir a camisa do evento”.
Na próxima semana, dia 20, acontece a Noite de HardCore, New Metal e Alternativo, com os grupos Fator 7, Te Vejo Em Breve, Alternativa 7, Cmd5 e Terra Firme . E na semana seguinte, 27, é a vez do Heavy, e se apresentam as bandas Decápolis, Ilumina, Twilight, Krismah e Empirios.
Por: Luana Gabriela

Uma novidade de fazer barulho!

Sexta-feira à noite, o que você faz? Nada de ficar em casa. A partir desta sexta-feira, 13, Curitiba será palco da concretização da cena underground cristã. O evento Praise Rock estréia este ano com promessa de sucesso. Já que em sua primeira edição, no ano passado, reuniu centenas de pessoas.
Veja abaixo a entrevista que Willian Matheus, um dos idealizadores do evento, concedeu ao Attitude JC.

ATC: Quem foi o idealizador do Praise Rock?
WM:Posso dizer que os idealizadores são as próprias bandas gospel de Curitiba, e estou fazendo a linha de frente, digamos assim. Também temos algumas parcerias muito importantes , como o Anderson da Loja de Musica Rexsom, que vestiu a camisa 100%, e também o vereador e pastor Valdemir Soares, que está dando um apoio muito bom.
Temos formado uma equipe que vem crescendo a cada dia. O próprio pessoal vem se dispondo a ajudar em alguns aspectos, como Site, Merchandise, Material Visual, e Mídia.

ATC:Como surgiu a idéia do evento?
WM:Creio que surgiu de uma vontade em comum, de várias bandas e músicos cristãos de Curitiba, ou seja, ter um espaço de expressão musical e qualidade profissional na cidade. Lembro de algumas conversas que tive com uma pessoa que considero muito, o produtor e radialista Mauro Ramos, ele sempre falava sobre a questão da cidade ter uma cena, e com profissionalismo.
A ideia não é nova, algumas coisas já que marcaram a cidade nesse sentido, por exemplo o clubão semanal. Mas, no momento a cidade necessita isso, seja para um local de frequência da galera, também para saber o que rola na cidade referente ao estilo rock cristão e ponto de evangelismo através da música.

AJC: Qual o principal objetivo do evento?
WM:A meta principal é ter um espaço central, com boa estrutura de show, onde as bandas de curitibanas possam ter espaço para demonstrar seu trabalho. Também se tornando um espaço de frequência , como um point, onde as pessoas possam levar amigos, sendo também um cenário para o evangelismo feito por meio da música.

AJC: Como têm sido escolhidas as bandas que vão tocar?
WM:
Não tem nenhuma seleção em especial para o evento, estamos buscando um pessoal que pensa igual a gente, que entende a necessidade de um evento assim em Curitiba, e que se dispõe realmente a vestir a camisa do evento. E é justamente por isso que falo nós no plural, porque sem o apoio destas bandas nada disso poderia acontecer, a unidade é muito importante.
Nós estamos batendo bastante na tecla de unidade, na questão de prestigiar o evento do outro, e somar, frequentar o show sempre que possa, prestigiando. Então pode-se dizer que a seleção é feita através de quem quiser "comprar a briga" independente de estilo, lógico que sem misturar estilos distintos no mesmo dia, mas pra quem quiser vestir a camisa rs...

AJC:Como foi a experiência do primeiro Praise Rock? Quando aconteceu? Onde?
WM:A primeira experiência foi bem legal, o local Ópera 1 tinha uma pendência com a Rexsom, e o Anderson gentilmente sedeu o dia pra realização do evento. Foi em 06 de dezembro de 2008. A idéia do evento não era um show em si, mas também uma festa. Por isso foi bem variado, tocaram mais de 10 bandas dos mais diferentes estilos, com a apresentação do Chico Costa e do Junior Paiva, do Curitiba Gospel.com.
O mais legal de ver, foi que a galera ficou, prestigiou, somente foi embora quem realmente não podia ficar, já que foi realizado em um sábado à tarde.
Com relação às bandas foi bem legal, o pessoal parecia estar bem feliz, assim como eu com a festa, até o Lauro que fez mesa no show, que é tecnico de som secular, da banda Reles Pública, comentou comigo sobre o evento, disse que gostou, e que gostaria de estar em mais eventos assim, foi muito gratificante.

AJC:Quando será a segunda edição do encontro e quem vai tocar?
WM:A idéia do Praise é se tornar futuramente um evento semanal, de custo de ingresso simbólico. Então já temos digamos assim, não só a segunda, mas também a terceira e quarta edições do evento.
Será 13/03 Aniversário de 8 anos da gente mesmo rs.. Sutura, e estão participando as bandas Influência, Convicção, Lucaz Balzer e Altar Pray, será uma noite mais rock.
No dia 20/03 acontece a Noite de HardCore, New Metal e Alternativo, Fator 7, Te Vejo Em Breve, Alternativa 7, Cmd5 e Terra Firme.
Na semana seguinte ,27/03, tem Noite Heavy, Decápolis, Ilumina, Twilight, Krismah e Empirios.

AJC:Onde acontecerá?
WM:Serão realizadas no Auditório do Estúdio H Mix. Rua Trajano Reis 41, Largo da Ordem, próximo ao Relógio das Flores, e Praça do Chafaris do Cavalo, no Setor Histórico.
Será cobrada entrada? Se sim, onde os ingressos poderão ser adquiridos?
Sim, nestes primeiros eventos será cobrada uma entrada de apenas R$ 3,00 . Ainda não decidimos os locais de venda de ingressos antecipados, mas tudo poderá ser conferido no blog www.flogao.com.br/praiserock , cada novidade sobre endereço de venda, será divulgado no blog é só conferir.

Para mais informações foi criado o perfil e a comunidade do evento no Orkut. "Fizemos uma comunidade do Praise Rock no Orkut, já que hoje é uma ferramenta popular no Brasil, também um perfil do Praise Rock. Qualquer informação pode ser passada pelo profile. Também pode ser enviada informações através do site www.curitibagospel.com. ", diz.

O músico deixou ainda uma mensagem para o público: Gostaria de convidar o pessoal a comparecer no evento, que venha a entender que o que Deus quer é o espírito de unidade entre todos. Para honra e glória de Deus é que fazemos isso , e também pra você ter um espaço saudável dentro do estilo que gosta, dentro de sua cidade com uma música cristã. Convide , prestigie, enfim, participe. Valeu galera de Curitiba!

Confira abaixo a programação completa para este mês de março:


Luana Gabriela

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Acordes santos: rock conquista cristãos e quebra preconceito

Luana Gabriela da Silva

Barulho e rebeldia são características comuns à maioria das bandas de rock, inclusive nas bandas gospel. Desde o início o ritmo tem ligação com a música cristã. A história revela que o estilo tem influência da música negra tocada nas igrejas na década de 1950.

O ritmo era mais frenético, apesar da forte influência do blues, e isso tornava as canções diferentes. Até mesmo o Rei do Rock iniciou sua carreira dentro da igreja. Elvis Presley frequentava a igreja com seus pais e admirava a música gospel. O gosto pela música fez com que ele entrasse para um coral e a partir daí desenvolvesse seu dom. O cantor gravou quatro álbuns gospel, Peace In The Valley, His Hand in Mine, How Great Thou Art e He Touched Me.
Com o passar do tempo, o rock foi relacionado às drogas, sexo e inconsequência. Tanto que o estigma “Sexo, drogas e rock´n roll” é senso comum na sociedade atual. No entanto, esta não é a realidade. Basta observar a popularidade do estilo entre jovens que levam uma vida longe destas características.

O diferencial destes grupos evangélicos está nas letras. Eles falam sobre Deus, amor eterno, salvação,etc. Não se sabe exatamente qual a primeira banda evangélica brasileira que se aventurou no estilo, mas acredita-se que foi a Rebanhão, idealizada por Janires, um profeta que sonhava com a revolução da música gospel no país.

Tempo depois surge a banda Katsbarnea, que revolucionou o estilo. Criado em 1988, suas letras tratavam de temas pouco comuns nas músicas cristãs, entre eles drogas, desequilíbrio ecológico e outros. O grupo abre caminho para demais bandas e muitas dão início aos seus trabalhos, algumas como Banda Resgate (SP), Fruto Sagrado (RJ), Oficina G3 (SP), Akza (DF), Kadesh (DF), Catedral e Novo Som, ambas do Rio de Janeiro. Patmus, Código C e Banda Militantes representam a segunda geração do rock cristão. O que se chama de terceira geração aparece há alguns anos no país. E tem representantes em Curitiba.

O underground curitibano é um dos mais movimentados do país, não somente no meio secular, mas também é favorável às bandas de música gospel. O cenário foi o que motivou os irmãos Guilherme Nascimento, Eduardo Nascimento e Márcio Carvalho, da banda Menorra (foto acima) ,a se mudarem de Porto Alegre para Curitiba. “A gente decidiu vir para cá, porque viu que tinha um cenário legal, um pessoal que apoiava a banda. E lá em Porto Alegre estávamos parados, não tinha muito show. Viemos no começo de 2004 e começamos a divulgar o trabalho da banda”, conta Guilherme, guitarrista do grupo.

A banda gravou seu primeiro cd, intitulado Somos Iguais, de forma independente. E recebeu em 2005 o Troféu Sara Brasil FM, premiação anual organizada pela rádio homônima ao prêmio, como melhor banda de rock Gospel de Curitiba. Para Leandro Prado, baixista da Menorra, é difícil conseguir espaço para divulgar o trabalho do grupo. “A gente toca nas igrejas, nos eventos do meio. E assim a gente vai conquistando espaço. Nossa forma de divulgação é a rádio, que é restrita ao meio cristão. E expandir o público é complicado”, afirma. Apesar disso, a banda tem feito show por toda a região Sul, e já tocou para um público de 15 mil pessoas, na Marcha para Jesus, evento evangélico, de 2005.

O objetivo destas bandas não é conquistar a fama e ganhar muito dinheiro, a principal meta é evangelizar através do som. Márcio Carvalho, vocalista da Menorra, defende esta idéia. “A música é um meio de divulgação do reino de Deus. O rock é visto como música do mal, mas a gente está aí para provar que isto é errado”, diz. Para Daniel Krüger, baterista da banda Golgotha, a música pode ser um grande instrumento de evangelização. “Testemunhamos isso em nossos shows, pelos e-mails que recebemos, testemunhos que ouvimos. O rock é uma linguagem universal. Por isso, muitas pessoas que não estariam interessadas em entrar num templo para ouvir uma pregação sobre Jesus, param para ouvir uma música que lhes agrade e trate de temas espirituais”, conta.

Sobre o senso comum de que o rock não é música de Deus, Márcio afirma que tudo é obra de d'Ele. “Quem fez a música foi Deus. E a finalidade da música é para adorá-Lo. Na verdade o Pai do rock é Deus”. Krugüer compartilha da mesma opinião. “O rock nada mais é do que um estilo musical. Uma espécie do gênero musical e, portanto, é igualmente criação divina. Assim sendo, deveria também expressar a Glória de Deus. No entanto, o rock (assim como a música em geral) não está, em sua essência, a serviço de ninguém! É o livre arbítrio do coração humano que define isso”, defende.

No entanto, os grupos que iniciam um trabalho como este, de falar de Deus através do rock, ainda enfrentam preconceito existente até mesmo nas igrejas. “Em alguns momentos sofremos preconceito. Em nossa própria igreja, para ser sincero. Mas a partir do momento em que nossa comunidade entendeu que tínhamos um compromisso sério com a obra do Senhor, o preconceito ruiu”, conta Krüger. “Foi difícil no começo, hoje não mais”, complementa Marcell Silva, vocalista da Golgotha.

Dentro dos templos

Desde quando surgiu o rock é um ritmo que rompe barreiras e quebra regras. Nas igrejas não é diferente. Muitas congregações ainda alimentam o preconceito quanto ao estilo e seus adeptos. O pastor Alexandre Pevidor, acredita que cada instituição tem liberdade para optar quanto ao estilo de louvor das celebrações. “Cada igreja é livre para escolher seu próprio estilo. Algumas são predominantemente jovens. Esta igreja certamente não terá conflitos sobre o rock na adoração, quanto certamente o terá uma igreja predominantemente adulta, especialmente com membros que viveram o período da revolução musical (1970) e viram esta forma musical como "um mal que corrompe a sociedade”, explica.

Apesar das barreiras impostas por formas de pensamento preconceituosas o rock tem sido bem aceito pelos membros e líderes das igrejas. Oséias dos Santos Silva, líder de um ministério de louvor, vê de forma positiva a entrada deste estilo nas igrejas. "É surpreendente o quebrantamento de almas usando o melhor da música. Vemos a conversão de vidas que são tocadas através da música, e suas devidas letras, falando aos corações de todos", afirma.

A Igreja Bola de Neve é conhecida por utilizar o rock em suas celebrações. A denominação tem um estilo jovem e atrai muitas pessoas. “Quando cheguei à igreja me indicaram várias bandas. Era uma forma de eu conhecer mais e me interessar a ficar na igreja”, conta Bruno Thiago Aschwanden. Ele também acredita que o rock tem potencial para atrair os jovens. “Foi assim comigo”, lembra Bruno.

PRAISE ROCK
No próximo mês de março estréia na programação underground cristã de Curitiba o evento Praise Rock. A idéia é juntar todas às sextas –feiras bandas da cidade para louvar a Deus e servir como espaço para evangelismo através da música.

Saiba mais pelos links: http://www.flogao.com.br/praiserock.

*foto: Paolla Grisolli

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

FERRAMENTA DE TRABALHO: O RAP


Paolla Grisolli

Seu nome de registro é Orandnil Modesto de Oliveira, mas poucos o chamam assim. Fylo, como é mais conhecido, é compositor e cantor de rap, mora em Curitiba e tem 27 anos. O seu testemunho começa aos 12 anos, quando uma grave hemorragia o levou para a emergência de um hospital e graças a um milagre, foi resgatado da morte por Deus. Dentro de casa, a sua família era uma mistura de católicos e espíritas. Seus pais se separaram quando era adolescente e sua situação financeira ficou cada vez mais difícil. Nesta fase a mãe e uma das irmãs de Fylo começaram a freqüentar uma igreja evangélica, enquanto ele começou aproveitar a sua liberdade nas ruas, bebendo e saindo muito. Ainda lembra de ter tirado muito sarro dos crentes nesta época.

Tudo começou a mudar na vida deste jovem quando aos 16 anos sua irmã insistiu para que ele fosse assistir uma apresentação de dança na igreja. Ele foi, e uma música que ouviu nesta noite tocou seu coração. Ainda depois da apresentação, algumas pessoas da igreja insistiram muito pra que ele fosse no acampamento de jovens. Ele acabou aceitando o convite, e a idéia que tinha sobre os jovens crentes, de que eram todos metidos e orgulhosos, mudou totalmente neste acampamento. Lá, depois de uma certa resistência inicial, Fylo entregou sua vida a Jesus Cristo. Começou então a freqüentar a 27ª Igreja Quadrangular, onde fez parte do grupo de coreografia e até do coral. Como sempre gostou de escrever, passou a compor letras de rap que falavam sobre a Salvação e a usar este dom para servir a Cristo.

Mais tarde ele conheceu e se juntou ao grupo de rap chamado Kontra Attack, e foi neste grupo que conheceu contatos importantes e aprendeu mais sobre música. Com eles, gravou um cd e ficou conhecido em Curitiba. Fizeram várias apresentações e já estavam tocando na rádio. Mas Fylo, e mais tarde os outros integrantes também, sentiu que o grupo estava se tornando o centro de todas as atenções em sua vida, e em 2006 a Kontra Attack resolveu paralisar seus trabalhos.

O jovem rapper nunca parou de cantar, muitas vezes pega seu violão e mostra suas músicas para os amigos na rua ou onde estiver. Com esta atitude ele fala de Jesus para várias pessoas. “Deus vai usar aquilo que você tem (...) Ele usou Davi com a funda, Moisés com o cajado (..) Deus usa a minha vida com o rap, e um pouco com o grafite também.” Ele explica que quando faz um grafite para alguém sempre acaba deixando uma mensagem, e que por causa do rap já puxou conversa com muita gente que acabou evangelizando.

Atualmente Fylo, que freqüenta a Igreja Bola de Neve há 3 anos, trabalha no seu projeto solo de rap, que se chamará Ataque de Letras. Ele também faz planos de voltar com o grupo Kontra Attack neste ano.
*foto: arquivo pessoal

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

DE JOVEM ASTRO DO POP PARA PREGADOR DO EVANGELHO

*foto Dennys Fernando

Paolla Grisolli

A história desta conversão tem sido espalhada em vários cantos do Brasil e do mundo. O cantor francês Chris Duran, de 33 anos, teve as melhores oportunidades na vida e alcançou a fama logo aos 20 anos, porém, o seu rumo mudou bruscamente ao conhecer Jesus.

Quando era universitário, estudou e morou sozinho na Espanha, e nesta época já sofria com crises de depressão. Uma noite chegou a conversar com Deus para que sua vida fosse transformada, mas a mudança verdadeira ainda não veio. O cantor foi descoberto pouco tempo depois por um grande produtor que trabalhava com artistas reconhecidos, como Julio Iglezias, Sting e Roberto Carlos, e o levou para gravar em um estúdio em Miami. A partir daí a carreira de Chris Duran alavancou e o levou ao sucesso internacional, teve tudo o que um artista gostaria de conquistar. No Chile, após alguns anos em um show, Chris Duran se envolveu em um grave acidente com o carro em que viajava. Este foi um momento decisivo, em que quase morreu, e que fez parar tudo o que fazia e procurar sentido para viver.
A depressão voltava a tona e influenciado, tentou encontrar paz em religiões e rituais, sem vitória. Foi através do sermão de um pastor transmitido pela televisão que um dia Chris Duran aceitou a palavra de Deus. Ele procurou uma igreja e mudou completamente. Em seu testemunho, publicado no seu site , também conta que perdeu amigos e não teve apoio da família no início. Atualmente, está totalmente dedicado a fazer a vontade de Deus. Ele viaja por todos os cantos falando do amor de Jesus e contando sobre sua transformação.

Em entrevista para a revista Attitude JC, durante a ExpoCristo (julho/2008), o cantor contou sobre a maior dificuldade que enfrentou no início da sua conversão: “Foi o posicionamento e críticas que recebi de pessoas que diziam - será que o Chris Duran se converteu mesmo? -. Que vinham com um pré-julgamento. Foi bastante difícil, mas com o tempo elas começaram a ver as coisas.”

Ele ainda deixou uma mensagem para os jovens curitibanos e criticou a desunião dos evangélicos. “Que Deus possa levantar esta geração. É o meu desejo, de todo coração. Que Curitiba se levante, não com um evangelho “barato”, mas com o evangelho do poder de Deus, com compromisso e seriedade. E assim que nós possamos viver um avivamento através da unidade. Existe muita divisão e não tem como sonhar com avivamento se não houver unidade entre as igrejas.”


DICA DO ENTREVISTADO
Para quem gosta de músicas de adoração e instrumental, o casal Alberto & Kimberly Rivera é uma boa. Quem dá esta dica é o cantor Chris Duran, ele nos conta que escuta constantemente o trabalho destes artistas americanos. Com Alberto nos teclados e Kimberly nos vocais, juntos desde 1996, o álbum Deeper Still (2007) é uma gravação feita ao vivo na Igreja Vineyard, em Albany Oregon, nos Estados Unidos. Contém várias canções espontâneas e profundas em adoração, com teclados, harpa, violino, violoncelo, flauta e bandolim.

Acesse o MySpace para conhecer a história e ouvir as músicas desta dupla: http://www.myspace.com/albertoandkimberlyrivera .

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

INTERNET É USADA COMO INSTRUMENTO DE EVANGELIZAÇÃO


Grupo de intercessores realiza trabalho pela rede mundial de computadores e transforma vidas em todo o mundo

“Orai sem cessar”. 1Ts 5.17

Esta foi a ordem dada por Deus no livro de Tessalonicenses. E hoje é seguida a risca por pessoas dispostas a ajudar o próximo.
Enquanto muitos jovens gastam horas no computador acessando comunidades no orkut e batendo papo com os amigos pelo MSN, outros dispõem seu tempo e o uso da internet para servir a Deus.

A comunidade Intercessores 24 horas, atualmente com pouco mais de 700 membros, nasceu, segundo Marcelo, pela vontade de Deus. “Surgiu no coração de Deus, pois seria impossível estarmos aqui senão pela vontade d’Ele”, diz. Ele é um dos intercessores e faz questão de preservar o ministério. “Temos uma direção de Deus de não fazer autopromoção de uma pessoa. Pois não somos nada”, comenta.

O projeto, iniciado no primeiro semestre de 2006, tinha o objetivo de receber pedidos de oração pelo MSN. Com o tempo o trabalho evoluiu, e hoje também são dados aconselhamentos. “Pela confiabilidade, muito mais que pedir oração, estavam dispostos a abrir seu coração e pedir ajuda. E vimos que Deus nos abriu uma porta para levar a palavra d’Ele e levar vidas a se converterem ao seu amor, se reconciliarem e terem um lugar de refúgio, uma palavra amiga na hora da tribulação”, conta.

A equipe ministerial é formada por voluntários. Algumas pessoas aderem à função de intercessor por verem os pedidos postados na comunidade do Orkut e graças a isso não é possível precisar o número de integrantes do grupo. Sobre os critérios de seleção das pessoas que estarão à disposição no MSN, Marcelo conta que é necessário ouvir as pessoas. “Existe um outro grupo de voluntários que trabalha no suporte via MSN 24 horas on-line. Para este, o critério é se dispor a ouvir e ser instrumento de bênçãos para outras vidas, buscar a intimidade de Deus para ser canal do Seu agir, através da leitura da palavra, oração e jejum”, sugere.

Quando questionado sobre o objetivo do grupo ele é enfático. “Servir e ser benção no mundo virtual, trazendo o amor real de Cristo”, conta. Para isso, além do MSN, o e-mail e a comunidade no orkut são ferramentas fundamentais. Os pedidos são enviados por e-mail e anotados em um caderno de oração. Nenhuma oração é feita via MSN, nestes momentos os membros dão uma palavra de conforto aos que necessitam. Desde o início o grupo já recebeu cerca de 10 mil pedidos, que são respondidos também por e-mail.

TESTEMUNHO
Muitas outras pessoas têm sido impactadas por este trabalho. Em 2007 foram 79 conversões, e até julho deste ano foram 82, incluindo testemunhos de fora do país. Quanto às reconciliações são aproximadamente 60.
O sucesso do ministério tem impulsionado o grupo a trabalhar em outros projetos. “Temos colocado diante de Deus neste tempo dois projetos. A implantação de uma web rádio com mensagens, pedidos de orações, testemunhos e atendimento on-line”, conta. Além disso, uma rede nacional e internacional de intercessão, com objetivo de fazer com que servos de Deus em todo o mundo interajam, fazem parte de outro plano do ministério.

Conheça mais sobre o ministério através da comunidade Intercessores 24 horas, pedidos de oração podem ser postados na comunidade Oração e enviados para o e-mail oração@brturbo.com.br.

Luana Gabriela

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

TRANFORMADO, RODOLFO CONTA SEU TESTEMUNHO E ABENÇOA VIDAS

Fama, mulheres e drogas tudo isso faz parte do passado de Rodolfo Abrantes. Convertido há oito anos o cantor , que largou duas bandas de sucesso (Raimundos e Rodox), fala de seu trabalho solo, dificuldades logo após a conversão e sobre o dever do cristão de fazer a diferença.
Músicas, oração, testemunho e palavra estes são ingredientes presentes no show de Rodolfo. O cantor conversou com a gente logo após uma apresentação na ExpoCristo, evento que agitou Curitiba em julho de 2008.


AJC- O ditado popular diz que os jovens são o futuro do país. A atual geração é caracterizada pelo consumismo, uso de drogas, etc. Como você acha que o jovem cristão pode fazer a diferença?

RA - Tem que buscar cada dia mais se parecer com Jesus Cristo, porque Jesus é luz e este mundo está em trevas. Nós fomos chamados para sermos diferentes nesse mundo mesmo. Eu creio que, como a Bíblia diz você não vai acender uma lamparina e colocar debaixo da cama. Na hora que Jesus brilhar a luz dele sobre você, você vai aparecer.

AJC- Você sofreu algum preconceito por parte de seus familiares depois da conversão?

RA – Ah, no começo sim. Não tinha nenhum evangélico na minha família exceto uma tia minha que eu vim conhecer depois que aceitei Jesus. Foi um momento de muito questionamento por parte deles, mas um a um Deus foi tocando. Meu pai e minha mãe se batizaram e tem mais gente da minha família indo para Jesus e eu tenho certeza que com o tempo todos vão.



AJC- Quando a pessoa se converte e é transformada alguns amigos se afastam. Das suas amizades de antes da conversão alguma ficou?

RA – Na época pela confusão que causou muita gente desapareceu de imediato. Eu hoje moro numa cidade em Santa Catarina, todos os amigos que tenho comunhão hoje em dia são depois desta fase. Quando volto à Brasília, às vezes encontro um amigo ou outro. Tenho carinho, tenho

amor. Mas simplesmente acaba perdendo o contato, né.

AJC – Deixe uma mensagem para os jovens cristãos de Curitiba.

RA – É como aquela musiquinha “deixa sua luz brilhar” e seja quem Deus espera que você seja.

Reportagem: Luana Gabriela - luana_gabrielas@hotmail.com
Fotos: Dennys Fernando - dennysu15@hotmail.com

2009!

Neste ano vamos movimentar este blog! Vamos postar aqui matérias publicadas na primeira edição da nossa revista impressa.
Comente as matérias, dê sua sugestão, nos escreva divulgando seu evento... sinta-se à vontade!
A palavra de ordem é ATTITUDE JC!!

Deus os abençoe!!

Luana e Paolla